quarta-feira, 13 de julho de 2011

A construção da ponte Hercílio Luz em Florianópolis

A ponte foi projetada e construída durante o governo de Hercílio Luz para ser a primeira ligação terrestre entre a ilha e o continente. O idealizador não viu seu sonho ser concluído, pois morreu em 1924, doze dias depois de inaugurar uma réplica de madeira, construída na Praça XV especialmente para o ato simbólico. O nome da obra seria Ponte da Independência, o qual foi mudado após a morte de seu idealizador, em póstuma homenagem.
O projeto é de autoria dos engenheiros estado-unidenses Robinson e Steinmann, e todo o material nela empregado foi trazido dos Estados Unidos da América, tendo sido construída por equipe composta de dezenove técnicos especializados norte-americanos e operários catarinenses.
A inauguração da ponte Hercílio Luz, numa tarde chuvosa, em 13 de maio de 1926, acabou com um antigo sofrimento dos então 40 mil habitantes de Florianópolis: depender de balsas para atravessar da ilha ao continente ou vice-versa. Monopolizado, o serviço sequer oferecia cobertura para proteger os passageiros do sol ou da chuva.

O governador Hercílio Luz resolveu construir a ponte para consolidar Florianópolis como capital de Santa Catarina. Àquela altura, as outras cidades do estado consideravam a ilha muito distante para ser o centro administrativo e político do estado e, em conseqüência, havia um movimento pregando a mudança da capital para Lages.
Depois de obter empréstimo equivalente a dois orçamentos anuais do Estado de Santa Catarina, o governo finalmente iniciou a construção da ponte em 1922. Todo o material foi trazido pelos estado-unidenses, os engenheiros Robinson e Steinmann. O pagamento dos empréstimos, feitos junto a bancos norte-americanos, só foi concluído em 1978, mais de 50 anos após a inauguração da ponte.
Desde o princípio, o processo de financiamento foi complicado. O primeiro banco que havia emprestado os 20 mil contos de réis ao governo catarinense faliu. Assim, um novo empréstimo teve que ser obtido, atrasando as obras. Além disso, uma manobra dos banqueiros estado-unidenses fez com que o Estado de Santa Catarina se responsabilizasse por dívidas da instituição falida. Ao final, o custo atingiu 14 milhões 478 mil 107 contos e 479 réis — praticamente o dobro do orçamento do Estado à epóca.

Desde que foi fechada, em 1982, por medida de segurança, a Ponte Hercílio Luz serviu apenas de cartão postal, como ponto de referência e para embelezamento da cidade. Reaberta em 15 de março de 1988 somente ao tráfego de pedestres, bicicletas, motocicletas e veículos de tração animal, foi novamente fechada por completo em 4 de julho de 1991, depois que um relatório de análise de viabilidade da reabertura do tráfego da ponte foi apresentado em fevereiro de 1990.
O pesadelo do desabamento tornou-se constante na vida das pessoas. Esse temor, entretanto, foi eliminado justamente no dia em que a ponte completou 71 anos de idade. A obra clássica da engenharia internacional foi tombada como patrimônio histórico e artístico.
O mirante situado à cabeceira insular proporciona uma das mais belas vistas panorâmicas do centro da cidade. Na área também estão situados o Museu da Ponte e o Parque da Luz.

Restauração
Uma parceria entre o Governo Federal, Governo do Estado e a Prefeitura de Florianópolis em 2005 proporcionará o início das obras de restauração da ponte Hercílio Luz. O prazo máximo para a entrega da restauração era dia 13 de maio de 2012, quando a ponte completasse 86 anos. Mas a burocracia e a troca do governador do estado fez com que as obras atrasassem. O novo prazo de entrega é para a metade de 2013.

Fonte: Wikipédia.
Fotos gentilmente cedidas por Pedro Eugênio Silveira.




































7 comentários:

  1. Parabéns pela postagem. Cheguei ao seu Blog através do Twiter do Sr. Adalberto Day de Blumenau. Tomarei a liberdade e colocarei um link em nosso site que em breve será re-lançado. www.saudosaindaial.com.br.

    ResponderExcluir
  2. Importante reconhecer a obra do Eng. Dr. Hercílio Luz, formado em curso de Engenharia na Bélgica. Todavia entendo que essa ponte desativada há quase 30 anos, sempre exigiu gastos excessivos com manutenção, visto ser de ferro e aço, desaconselhável para local de maresia intensa. S.M.J., entendo que deveria ser desmontada para a substituição dos elos desgastados, e remontada em rio, ou rios, preferêncialmente em municípios do oeste, longe dos malefícios da maresia. Assim, teríamos o patrimônio histórico preservado e eliminaríamos os enormes gastos com manutenção. Face as atuais pontes serem insuficientes, sugiro a construção de túnel submarinho.

    ResponderExcluir
  3. Hoje para enfrentar a maresia é possível tratar até peças já com alguma ferrugem superficial através de fosfatização, sendo também uma boa forma de preparação para a pintura. Ao contrário das lacas usadas na época da construção, hoje há tintas mais modernas que sofrem menos desgaste e protegem melhor contra a névoa salina da maresia e ainda contra a deterioração de camadas de concreto diretamente em contato com a água nas bases da ponte. Remontar a ponte em qualquer outro lugar seria difícil em função da mesma ter sido projetada para estar exatamente onde se encontra, além do valor histórico estar intimamente ligado à localização.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Olá amigo,
    Pesquisando pela web encontrei seu blog e achei muito boa as fotos da época.
    Meu blog (pescalitoral.blogspot.com) está completando um ano e vou escrever sobre nossa ponte histórica, vou utilizar algumas das fotos publicadas e farei o link com o seu blog para que as pessoas possam visualizar a sequência completa, pode ser?
    Qualquer problema me avise. Obrigado.
    Abraços
    Tiago.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Podes utilizar as fotos. O importante é compartilhar para que a história não se perca.

      Excluir
  6. MARAVILHOSAS FOTOS DE NOSSA PONTE "HERCÍLIO LUZ",FICO ENCANTADO AO VER,POIS RELATA PASSO A PASSO A CONSTRUÇÃO LINDA,FEITA EM UMA ÉPOCA JÁ DISTANTE,SENDO QUASE UMA PONTE "CENTENÁRIA" DENTRO DA CIDADE DE "FLORIANÓPOLIS" SC.PONTE QUE AJUDOU E MUITO O PROGRESSO E AVANÇO DE FLORIANÓPOLIS,FACILITANDO E MUITO O COMÉRCIO EM TODOS OS SENTIDOS,FACILITANDO TAMBEM A IDA DA POPULAÇÃO,NAS SAIDAS DA ILHA,PARA TRABALHAR,COMPRAR...VIVER...EU PASSEI E MUITO DE CARRO,MAS O MAIOR NUMERO DE VEZES FOI DE "MOTOCICLÉTA",AFINAL MOTO É E SERA SEMPRE MEU VEICULO PREFERIDO,DENTRO DOS ANOS "80".../> SAI DO ESTADO E RETORNEI EM "88",PASSEI E FIZ USO DA PONTE MILHARES DE VEZES,PARA TRABALHAR,MOSTRAR A AMIGOS,E PASSEIOS DE MOTO.MEU TRABALHO É A ARTE DO BOXECHINES O TRADICIONAL E MILENAR KUNG FU,RECONHEÇO A IMPORTANCIA DÉSTA PONTE QUE FOI UMA GLÓRIA AO POVO NA ANTIGUIDADE.E LAMENTO MUITO,PELO GASTO MILIONARIO QUE É FEITO NÉSTA PONTE A "25" ANOS...ESPERO QUE DE FATO O DINHEIRO QUE NA REAL É DO "POVO",SEJA USADO VERDADEIRAMENTE,PARA O CONSERTO DE UMA OBRA GLORIOSA DE TAMANHA IMPORTANCIA COMO A PONTE "HERCILIO LUZ" É PARA TODOS,QUE SEJA FEITO HOJE...AGORA..."JÁ"!!!!!! ANTES QUE CAIA UMA HERANÇA ETERNA DO POVO DE FLORIANÓPOLIS SANTA CATARINA...ABRAÇOS...LUIS A "LENDA"...

    ResponderExcluir